sábado, 13 de março de 2010

Colar Waiwai

E o Pé na Tribo já tem um ano de história, dia 05 de março foi seu aniversário! Como tava viajando acabei esquecendo, mas nunca é tarde para comemorar. Espero que muitos anos venham pela frente e muito sucesso também.
Agora, voltando ao trabalho, posto esse colar feito com sementes de saboneteira e jupati. Foi o primeiro (e único) colar que fiz (até agora). Ele tem o fecho ajustável e recebeu o nome da tribo Waiwai.

TRIBO WAIWAI {Região: Amazonas, Pará, Roraima; língua: Karib}

Os índios que se identificam e são identificados como Waiwai encontram-se dispersos em extensas partes da região das Guianas. São falantes, em sua maioria, da família lingüística Karib.
Além da agricultura de coivara, suas atividades de subsistência se baseiam na caça, na pesca e na coleta de produtos silvestres. As aves são também caçadas por sua plumária, pois as penas são utilizadas no artesanato. Desde os anos 1950, os homens waiwai se acostumaram a caçar com espingardas, mas, quando falta munição, seguem usando arcos e flechas, estes também na pesca.

A produção de artesanato tem aumentado bastante, sobretudo quando os Waiwai desejam adquirir itens industrializados. As mulheres fazem cerâmica, raladores de mandioca, tangas e colares de sementes, entre outros; os homens fazem cestos, pentes, adornos de plumária, arcos e flechas etc. Boa parte do artesanato é levada para ser vendida em Boa Vista, mas também em Manaus, e, nos últimos anos, alguns jovens têm vendido artesanato durante a Festa do Boi em Parintins. Com o dinheiro destes produtos vendidos, os itens mais comprados são: motores de popa, roupas, anzóis, linha, munição, sabonete, sal e redes industrializadas.

{fonte: http://pib.socioambiental.org/pt/povo/waiwai}

2 comentários:

Rosa Mouta disse...

ficou liiiiindo!
parabéns!

Pinky disse...

Amei!..=)