quarta-feira, 21 de outubro de 2009

BRINCOS KOKAMA

Par de brincos feito em macramê, com fio encerado na cor bege e aplicações de sementes de Bacaba.






SEMENTE DE BACABA {Oenocarpus bacaba}

A Bacaba é da família Aracaceae, portanto é uma palmeira, de ocorrência na Amazônia. Seu fruto possui um sabor agradável, sendo utilizados na fabricação de vinhos, sucos e sorvetes, além de ser útil em xaropes contra tosse. Da polpa e da amêndoa extrai-se um óleo comestível similar ao azeite de oliva, e de seus estipes são feitos execelentes palmitos.
(fonte: Revista Brasileira de Sementes, vol. 21, no 1, 1999.)


TRIBO KOKAMA {outros nomes: Cocama, Kocama; Região: Amazonas, Peru, Colômbia; Língua : Tupi-guarani}

Em relação à cultura material, tradicionalmente os homens Kocama se vestiam – como os Omágua – com uma cushma, espécie de camisa que lhes chegava até os joelhos com desenhos geométricos de cor roxa, azul, amarela, entre outras. As mulheres usavam uma espécie de túnica de algodão amarrada à cintura e que as cobria até o joelho, acompanhada de um xale sobre os ombros. Os kokama usavam também enfeites de plumas, cinturões de algodão, pulseiras, braceletes e tornozeleiras. Tradicionalmente ainda faziam, e nos dias de hoje continuam fazendo, cestas cilíndricas com desenhos exagonais e peneiras confeccionadas com folhas e cascas de árvore.
Os frutos silvestres que os Kokama apreciam são açaí, bacaba, bacuri, ingá, camucamu, urucum e buruti, entre outros.
(fonte: http://pib.socioambiental.org/pt/povo/kokama )

Um comentário:

Rosa Mouta disse...

amora, batizei meu brinco preto e branco: Capote ou CArijó, que é tudo a mesma coisa de galinha D'angola!
Beijos